Hoje, dia 23 de outubro de 2014, o auditório do Sítio das Artes (antiga Universidade Internacional) encheu para receber o Secretário Geral do Partido Comunista Português.

Neste comício, marcaram presença mais de 200 pessoas para mais uma demonstração de força e de indignação pelas atrocidades de que têm sido alvos pelos sucessivos Governos PS, PSD e CDS/PP.


Ao longo deste comício discursaram Ana Jorge da Juventude Comunista Portuguesa, que mais uma vez denunciou o ataque que os alunos têm sofrido de um Governo que maltrata a educação, que ano após ano diminui os apoios sociais. Discursou também Adelaide Gonçalves, membro da concelhia da Figueira da Foz, que realçou o trabalho que tem sido feito a nível local na luta pela manutenção dos posto de trabalhos dos funcionários da Soporcel, a luta travada pela defesa do Hospital Distrital da Figueira da Foz, a luta pela defesa dos Estaleiros Navais, pela defesa da Orla Costeira e muitas outras lutas que o PCP tem travado dia após dia na defesa dos interesses dos figueirenses.
Por fim Jerónimo de Sousa voltou a apontar o dedo ao Governo pela desastrosa situação económico-social do país, pelo aumento da carga fiscal sobre os contribuintes, pelo mau uso de dinheiros públicos, pelo ataque ao Serviço Nacional de Saúde e terminou com a seguinte frase: “Porque é que o PS, em vez de se entender com o PCP sempre se entendeu com a direita? Não foi o PCP que empurrou o PS para a direita, foi o PS que assumiu uma política de direita ao longo destes 38 anos”