Caros Conterrâneos:

 

Na sequência do manifesto já distribuído, “Alguns Desabafos”, os subscritores do mesmo apresentam agora as bases de acção dos candidatos da CDU para o próximo mandato autárquico. 
Os princípios que defendemos não passam por falsas promessas mas pelo investimento que tentaremos realizar no melhor que a nossa Freguesia tem: “O seu capital Humano”. 


Sabemos, no entanto, que são absolutamente necessárias algumas infraestruturas: 
- Rotunda no Alto de Brenha na estrada 109, facilitando a saída e a entrada naquela localidade. 
- Urgente requalificação da rede viária da Freguesia Alhadas/Brenha. 
(Estes investimentos só poderão ser concretizados com verbas municipais e estas estão sempre condicionadas a um Orçamento Municipal cujas opções não são ainda conhecidas.) 
- Outra infraestrutura essencial para o desenvolvimento e fixação de qualquer actividade económica na freguesia é a reactivação da linha de caminho de ferro da Beira Alta (ramal da Pampilhosa), compreendendo os serviços de transporte de mercadorias e de passageiros, pelo que contnuamos a reclamar esta reactivação. 
- Consideramos ainda essencial para a vida da população da Freguesia Alhadas/Brenha a criação de um serviço de transporte rodoviário que satisfaça as novas necessidades de mobilidade da população. 


Reclamar e exigir não são apenas deveres da Junta de Freguesia, mas também actos de cidadania que devem ser exercidos por todos os moradores da nossa Terra. 

AS NOSSAS PROPOSTAS DE ALTERNATIVAS PASSAM POR TODOS NÓS E SÃO ESTES OS NOSSOS COMPROMISSOS ! 

- Aproximação da população aos eleitos, desde logo informando o mais amplamente possível a realização das Assembleias de Freguesia, particularmente as que referem a “Apresentação de Contas e Orçamento”. 
- Defendemos também a realização de sessões descentralizadas de Assembleia de Freguesia nos principais locais da freguesia. 
- Exigimos a manutenção de todos os serviços sociais da freguesia de Alhadas/Brenha, dotando os serviços administrativos de competências para executar, entre outras tarefas, o directo apoio à população em diversas questões (preenchimento do IRS, guia do imposto de selo do carro, etc...). 


É NOSSO PROPÓSITO PROVAR QUE É POSSÍVEL FAZER MAIS E MELHOR. 

Se for essa a vontade da população, propomo-nos criar motivação para a participação em projectos comunitários que melhorem e salvaguardem a qualidade de vida, nomeadamente: 

- Em colaboração com os serviços competentes, proceder a limpeza e queimadas controladas dos matos, de forma a minorar os riscos e efeitos dos incêndios. 
- “A nossa Terra é a nossa Casa”: Pelo respeito que o ambiente nos merece, é nossa intenção investir anualmente no plantio de árvores nobres, como sejam o carvalho, o sobreiro, o castanheiro e outras espécias de valor acrescentado, servindo também para a fixação de espécias animais que a eucaliptização tem vindo a afastar e até mesmo a quase extinguir.. 
- No plano cultural, a nossa atenção estará focada no incentivo à leitura através de meios colocados à disposição da população – encontros de leitura e pequenas bibliotecas “de rua”e de bairro. 
- Nos planos desportivo, cultural e recreativo, a CDU , enquanto força executiva, promoverá um novo estilo de trabalho com todas as Associações existentes na freguesia, a fim de melhor conhecer os seus planos e as suas actividades, no sentido da rentabilização das escassas verbas disponíveis para o apoio. 
- Comprometemo-nos ainda, independentemente da situação financeira que venhamos a encontrar, a produzir uma informação periódica rigorosa, apresentando tanto a execução orçamental como os reflexos de toda a nossa actividade. 


EM CONCLUSÃO: 

O que nos propomos fazer não é nada que já se não faça em centenas de autarquias dirigidas pela CDU, nas quais o eixo do trabalho gira em torno das pessoas e da sua disponibilidade de se associarem voluntariamente ao esforço que os seus eleitos desenvolvem no sentido de todos terem uma vida digna. 

NÃO ACREDITAMOS EM FATALISMOS. ACREDITAMOS QUE É POSSIVEL MUDAR COM O CONTRIBUTO DE TODOS. 

Para tal conseguir não basta só o querer, a vontade. Precisamos de força para o fazer. 

ESSA FORÇA EM DEMOCRACIA CHAMA-SE: “VOTO” 

Estamos motivados, queremos a mudança necessária. Contamos com todos. 

EM 29 de SETEMBRO VOTA NA CDU.